Santo Antão, a ilha cabo verdiana mais a norte

Santo Antão é a segunda maior ilha de Cabo Verde, distinta pela sua origem vulcânica de planície muito montanhosa e terra preta, esta ilha esconde belezas e histórias inigualáveis.

Mapa Ilha Santo Antão | Cabo Verde
Mapa da Ilha de Santo Antão | Cabo Verde

Aqui se faz tudo incluído à 360º.  Aqui, não só a beleza é maravilhosamente rara como as pessoas transformam este lugar em destino paradisíaco por invulgares razões.   O nosso foco desta viagem é uma pequena aldeia chamada Lajedos e ainda a aldeia da Ribeira da Torre, perto de Ribeira Grande. São pequenas povoações, de gente humilde que trabalha arduamente a terra para sobreviver.

Mas porque elas são importantes? Certo dia chegou à aldeia de Lajedos, “um senhor de barba e alguns amigos e sonharam juntos uma história diferente” para esta terra, a de extrair dali sumo precioso, a partilha e a esperança para um povo.

Chamou-se Turismo Solidário e é desenvolvido pela ONG Atelier Mar, que há mais de uma década têm trabalhado com a boa gente destas regiões  no sentido de um desenvolvimento humano sustentado. A inspiração  para o desenvolvimento deste projeto foi o velho conto popular de Blimundo,  o boi de trapiche que ama a liberdade.

E o que nos levou a esta iniciativa?

É que aqui, o significado de tudo incluído vai mais além.  Por estas bandas, vive-se o local e sente-se as pessoas. Os alojamentos são pequenos quartos nas aldeias da Ribeira da Torre e de Lajedos, inseridos em tradicionais casas de pedra de famílias residentes.

Ribeira da Torre | Ilha de Santo Antão | Cabo Verde
Ribeira da Torre por ONG Atelier Mar

Por aqui, cativa-se pela partilha…

O pequeno-almoço é tomado em conjunto e as visitas são feitas por quem é da terra e conhece com a palma da mão cada pedaço. No almoço, um refogado de couve e chouriço com pão, feito ali mesmo na aldeia, ou ainda a tradicional caldeirada de cabrito com feijão.

Por aqui, cultiva-se a beleza…

Vale a pena seguir numa aventura, pela ribeira a dentro nos arredores de Lajedos,  onde podemos refrescar-nos aos pequenos riachos pelo caminho, ou  ir para um mergulho à praia de areia preta nos arredores da Ribeira da Torre. Seguir ainda pelos caminhos de Blimundo, inspirado no conto do boi Blimundo, amante da vida e da liberdade e das belezas naturais.

Ilha de Santo Antão | Cabo Verde
Santo Antão por Mickaël T.

Por aqui trabalha-se a gula…

Os produtos da terra não deixam a desejar, pelo contrário, aqui é mais do que justificado deleitarmo-nos sobre o doce de papaia com queijinho de cabra, o licor de tamarino ou o sumo de goiaba com bolo de mel. Seja onde for e o que for, estaremos bem servidos.

Pois bem, a justiça está feita, e este é, sem sombra de dúvidas, um destino sem igual. Havemos de agradecer por esta iniciativa da ONG Atelier Mar, que através de uma visão, abriu portas para mais sonhos, tanto de quem lá vive, como por quem lá decide passar.

Quer saber mais sobre o projeto? Veja O conto que se tornou realidade pelos lados da Ilha de Santo Antão

 

Fontes:
Foto destaque por: Henning Leweke
ONG Atelier Mar
Blog Lantuna Guia de Cabo Verde
Informações gentilmente fornecidas por Maria Estrela.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s