Arquivo da categoria: Portugal

Redescobrindo a Costa Alentejana

O que se dizer da costa portuguesa que atrai tantos amantes de sol, praia e natureza?
Apenas que … 4 dias não serão suficientes para aproveitar cada lugar, cada pôr-do-sol, cada momento.

Mas vamos tentar contar a nossa descoberta da costa alentejana, deixando claro o quão maravilhados ficámos.

A nossa primeira parada: Tróia, a pérola de Grândola.
Ao seguir a  N253-1, que leva-nos até a cidade, um caso curioso… alguns carros estacionados à beira da estrada, e o porquê? Bem, estes, aos quais apelidamos de aventureiros, seguem pelas dunas a dentro até a praia que, como devem calcular, encontra-se muitas vezes deserta. Assim se inicia o nosso percurso,  onde as praias são de areia branca e o mar calmo como uma piscina natural. Ao chegar na pequena cidade, uma sensação de vila exclusiva e muito familiar, ótimo para férias com crianças.

troia-umbiggo
Tróia

Sigamos então estrada a fora… Há muito que ver ainda.
A nossa próxima parada: Lagoa de Melides e de Santo André.

Localizadas no litoral alentejano entre Tróia e Sines, deixamos um à parte que o difícil será escolher entre as duas, e o melhor mesmo é passar pelas ditas cujas e dar uma espreitadela… por aqui encontramos muita beleza verdejante que apaixona.

lagoa-de-melides-3
Lagoa de Melides

Rumo à Sines.
Encontramos uma cidade encantadora, mas por aqui fala-se muito é da famosa praia de São Torpes, que por si apenas, não apresenta uma beleza estonteante, mas é conhecida pela seguinte particularidade: águas mais quentes. É que, nos arredores, existe uma termoelétrica que aquece a água, sendo paragem obrigatória para os mais sensíveis ao frio!

Ainda em Sines, um peculiar miradouro perto o porto da cidade que vale a pena uma vista de olhos.

Mais adiante, entre Sines e Porto Corvo, seguindo pelas estradas nacionais à beira-mar, deparamo-nos com uma praia,  perdida pelo meio e quase que secreta. O nome? Infelizmente não conseguimos saber, mas ficam as fotos de um “lugar ao sol” a repetir.

costa-vicentina-4
Praia desconhecida

Alguns quilómetros depois, chegamos a Porto Corvo.
Terra de gente muito simpática…  Vê-se alguns turistas a deambular pelas ruas, mas o charme permanece. E que charme… Casinhas tipicamente alentejanas e uma paisagem de cair o queixo.

Porto Corvo
Porto Corvo
ilha-do-pessegueiro,-costa-vicentina,-umbiggo
Praia Ilha do Pessegueiro

Mais a frente, paragem obrigatória na praia da Ilha do Pessegueiro. Por aqui há garantia de um ótimo pôr-do-sol. Mas deixaremos para outra oportunidade.

Avante para Zambujeira do Mar, a terra oficial do Meo Sudoeste. O que temos a dizer? nada a dizer, apenas a apreciar. Nos arredores da vila há que passar pelo Cabo Sardão e no Porto das Barcas, um pequeno porto muito acolhedor.

cabo-sardao,-zambujeira-do-mar,-costa-vicentina,-umbiggo
Cabo Sardão, Costa Vicentina
porto-das-barcas,-costa-vicentina,-umbiggo-viagens
Porto das Barcas

E nada como uma trilha para se conhecer lugares inesperados. Assim foi, pela trilha da Carrapateira. São 10kms onde a Mãe Natureza não mediu esforços, aliás, como acontece por toda a costa. O tempo foi curto para explorar as outras trilhas, mas fica aqui a dica, vale cada passada e todas as dores nas pernas, para os menos preparados!

trilha-da-carrapateria
Rota Trilha da Carrapateira
Por Paulo Miranda
Cabo São Vicente por Paulo Miranda

A última parada da viagem não poderia deixar de ser no Cabo de São Vicente! É obrigatório um pôr-do-sol no extremo sudoeste de Portugal. Este é o destino rei  dos sunsets.

E assim terminamos a nossa viagem, após quilómetros de muita contemplação, sublimação e boas praias.

Fica a dica, caso siga de carro, faça o caminho pelas nacionais e compre um mapa, por vezes é mais fácil!

mapa-costa-vicentina,-umbiggo-viagens
Mapa da Costa Alentejana

 

Anúncios